DA COMPETIÇÃO À EXPOSIÇÃO: A INTEGRAÇÃO DAS TRIBOS NA FRONTEIRA

Por Bárbara Ramos, Gregório Avanzi e Allana Andrade

Daqui a uma semana começa a 5ª edição de um dos principais festivais de música independente da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. O PampaStock vem, desde 2013, com um formato expositivo, apresentando bandas de rock da região, superando o formato competitivo, mantendo o critério de trazer bandas com músicas autorais.

A edição de 2013 trouxe além do ciclo de palestras, estudantes de outros campi da UNIPAMPA, o que tornou o festival um sinônimo de integração entre estes e também a comunidade local. A integração aconteceu também com a vinda da banda Tercer Día, de Santo Tomé – Argentina, que surgiu em 2001, passando por diversas formações. O nome da banda, para algumas pessoas tinha significado de ressurreição, mas na verdade, Tercer Dia está ligado ao sentido de conclusão definitiva de algo ou o início de algo novo.

Foto: Alexia Antelo

Além da Tercer Día, outras bandas participaram do festival como a Paralelo 31, de Santana do Livramento, a Vanity, de São Borja e De Lorean, de Uruguaiana. Alguns meses depois, durante a Fenaoeste, o PampaStock recebeu uma homenagem no evento celebrado na semana do aniversário da cidade e contou com a participação de bandas que fizeram história no festival de rock.

Foto: Fabio Giacomelli

Foto: Fabio Giacomelli

Já em 2014, os shows foram com as bandas Lítera, de Porto Alegre, Vendettas, de Caxias do Sul, entre outras. O festival também contou com uma integração de outros gêneros musicais, fazendo com que o rock dividisse seu palco com o samba, o tradicionalismo e a MPB, por meio do Momento Todas as Tribos, que logo na primeira noite contou com a apresentação das bandas Sete e Meio e Gene Missioneiro.

Foto: Victor Rocha

 

A Argentina segue marcando presença no festival. A banda Surrebire, de Resistencia, subiu ao palco na segunda noite de shows e fez o público dançar e pular com o rock latino-americano. Confira o vídeo de alguns “hermanos” contando como foi a experiência de participar do PampaStock:

 

 

Além de muito rock‘n roll, o Pampa Stock 2014 contou com uma grande parcela de palestras e seminários, visando debater o atual cenário musical do Rio Grande do Sul. Duda Calvin, vocalista da banda Tequila Baby, falou sobre a desvalorização da carreira musical no estado, levantando dados acerca de bandas de todos os estilos. A comunidade acadêmica participou ativamente das palestras, mostrando conhecimento e problematizando as questões discutidas.

 

Foto: Bianca Garcia

A 5ª edição do PampaStock ocorre na próxima semana e além do simpósio com as tradicionais palestras e apresentação de trabalhos, o evento será marcado pelo lançamento do livro Sociologia do Rock. Não fique de fora. Faltam Apenas 7 dias para um dos maiores festivais da fronteira oeste. Venha cevar o rock conosco!